O que fazer ao terminar de assistir Os 13 Porquês

07:32

Clay e Hannah Baker






















 Eu precisava muito falar dessa série que mexeu tanto comigo mas percebi que bastante gente já fez post indicando, falando motivos para assistir e eu acho que não seria necessário mais um desse estilo. Mas o que é necessário sim é falar sobre ela. Você sabia que depois do lançamento subiu em 100% as ligações para a central de casos de suicídio? E mais ou menos 25% das ligações citavam a série. Esse é o impacto dela. Os 13 Porquês é uma série pesada, que muitas vezes é difícil de ser assistida mas que traz uma história que pode se tornar real.  
 P.S: É justamente por ser uma série pesada, que não talvez não seja uma boa ideia assisti-la se você possui depressão, ansiedade ou outros problemas psicológicos. Caso queira muito ver a série, chame alguém para assistir com você. E não maratone. Isso não recomendaria para nenhuma pessoa.
 Você não tem ideia de como eu me sinto melhor sabendo que a Hannah era só um personagem e que aquilo não passava de uma ótima atuação. Porém existem várias outras Hannas por aí, que precisam de alguém, uma pessoa que seja, para saber que elas fazem toda a diferença. Por isso, depois de assistir a série, você e eu temos duas tarefas:

                                                      NÃO SER UM PORQUE


 Além de realmente estar arrependido e pedir perdão para quem nós ferimos, em relação ao que passou não há muita coisa a ser feita. Mas vamos assumir um compromisso? Nós vamos tentar colocar em prática essas atitudes a partir de hoje:

 Não julgar alguém sem saber a história toda - É natural do ser humano, nós sempre vamos analisar algo e tirar uma conclusão a partir do que sabemos. Mas e quando o que sabemos está distorcido ou é apenas a ponta de um iceberg? É difícil assumir que não sabemos de algo e por isso não vamos comentar, o orgulho fala mais alto. Mas é possível sim, aprender a julgar menos.

 Não menosprezar a dor dos outros - Muitas vezes temos a mania de não ouvir os problemas dos outros ou até diminui-los simplesmente porque não achamos que aquilo dói de verdade. Entende o que eu quero dizer? Sabe aquela pessoa que simplesmente não vai ouvir como você está triste por ter brigado com sua amiga porque ela mesmo já passou por problemas maiores na vida? Não seja essa pessoa. Todo mundo tem problemas e os nossos sempre vão parecer maiores, não custa saber ouvir.

 Trocar frases como ''Isso não é nada'' ou ''Daqui um pouco passa'' por ''Vai passar, e enquanto isso não acontece eu estarei aqui com você'' - Ás vezes a gente sabe que daqui a uma semana ou um mês a pessoa não vai mais estar preocupada com aquele problema mas no momento, ela não sabe. E falar que passa não ajuda muito se a pessoa não enxergar a solução. Portanto, é bem mais útil você estar ao lado dela e mostrar como pode ser solucionado o problema do que simplesmente falar que passa.

                                       BUSCAR AJUDA CASO PRECISE 


  Se você está passando por uma situação em que parece não existir saída, eu queria te dizer que com ajuda e apoio você vai conseguir vencer isso. Não precisa fazer as coisas sozinha(o), confie em alguém.

 Tente se abrir com amigos ou família - Mostre o que sente, peça ajuda. Diga que está passando por problemas. Explique tudo. Essas são as pessoas que te amam e vão querer o seu melhor. Ás vezes, por amar tanto, talvez elas não saibam como reagir corretamente, mas tenha certeza que elas se importam.

 Procure ajuda profissional - Afinal, ele aprendeu sobre isso, sobre qual é a melhor forma de te ajudar e ele vai estar disposto a conversar sobre você, entender o que você pensa.

 Me chama - Não, eu não sou profissional e talvez eu nem te conheça mas eu estou disposta a te ouvir e te ajudar. Meu nome no facebook é Betânia Duarte, me adiciona, a gente conversa. Ou envia um email para betaniakduarte@hotmail.com. Mas saiba que eu me importo <3 

 Eu não quero que esse post seja entendido da forma errada, não sou especialista e não sou perfeita. Talvez eu ainda cometa muitos erros e talvez eu seja um motivo mas eu estou disposta a melhorar. Esse post também é pra mim. E eu ficaria muito feliz se me deixassem testemunhos nos comentários. O que acharam da série. O que podemos fazer. Enfim, sintam-se livres.

You Might Also Like

13 comentários

  1. Oi, Betânia. Achei as dicas muito úteis e todos deveriam ler. Principalmente sobre não ser um porque. Mesmo ainda não ter assistido à série, eu considero que sim, pois já li tantas resenhas que me faz entender a série sem precisar disso.

    Beijos,
    Última postagemBlog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gaby :)
      Fico super feliz que tenha gostado do post.
      Te entendo, me sinto assim em relação a algumas séries também...
      Beijo!

      Excluir
  2. Que postagem maravilhosa, a maior parte das pessoas é um porquê na vida de alguém. Acho que temos que apoiar todo mundo e mostrar o quanto nos importamos.
    Beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha gostado Tay <3
      Pode ser difícil mas começando devagar a gente consegue :)
      Beijo!

      Excluir
  3. Já li tantas posts indicando a série quanto li os indicando tremendamente que não assistam. A minha opinião é a mesma que a sua. Vai de pessoa pra pessoa essa escolha. E sim, acho que a contribuição pra nossa geração foi tremenda. PRECISAMOS ENXERGAR QUE NADA DISSO É BESTEIRA E *COISA DE ADOLESCENTE*! Crescer sabendo disso nos torna pessoas melhores sim. ♥

    Amei o post, de verdade. Parabéns. :)

    Beijos,
    Tati Souza.

    ResponderExcluir
  4. Estou mais ou menos na metade da série. Toda vez que termino de assistir a um episódio, se não começo outro logo em seguida, eu choro muito. Ela é realmente pesada e difícil de assistir.

    Achei super válido seu post, com essas dicas sobre o que fazer depois da série. Porque ela está ali pra cumprir um papel, passar uma mensagem, e é importante que a gente perpetue essa mensagem e realmente aprenda com ela. E você focou nisso, foi ótimo!

    Espero que Os 13 Porquês continuem fazendo diferença e ensinando tanto.

    ResponderExcluir
  5. Que lindo post, eu assisti a série e amei. Fiquei triste, emocionada e mexida mesmo, pensando quantas vezes eu poderia ter sido um motivo pra alguém. Vou compartilhar, esse post precisa ser divulgado.

    ResponderExcluir
  6. Achei otimo esse aspecto positivo que a serie teve sobre as pessoas em procurar por ajuda.
    E acredito que algumas pessoas realmente vão levar para a vida as mensagens dessa serie e importar mais com as outras pessoas como é a proposta do seu post .(Infelizmente vai ter uma grande porcentagem que não vai passar de um post no Facebook)

    Concordo também sobre a parte de quem ter depressão não maratonar.

    Eu sou um pouco depressiva e emendei tres espisodios , na hora que fiz uma pausa fiquei toda depressiva e chorona ,com uma vontade de gravar umas fitas...(mentira) , mas fiquei bem mal.Então eu comecei a assistir algo de comedia na Netflix entre os episodios.
    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  7. Adorei a ideia do post e realmente é bem diferente. Na minha opinião, a principal mensagem da série é a de que devemos nos importar sim com os outros e com as consequências de nossas atitudes. É muito importante que as pessoas estejam dispostas a ajudar as outras e atitudes como a sua me fazem crer um pouquinho mais na humanidade!
    Também fiz uma resenha sobre 13 Reasons Why lá no blog!
    www.algunsteoremas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu simplesmente amei essa série! É muito linda e vale a pena assistir
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  9. Eu simplesmente achei a série maravilhosa, há alguns anos atrás eu não poderia assistir ela só e muito menos maratonar mas estou bem melhor. As vezes eu me pego julgando alguém seja por qualquer motivo mas também sempre me repreendo quando isso acontece mas algo que eu nunca fiz e acho terrível fazerem é menosprezar a dor do outro que por mais que pareça "bobagem" aos olhos de alguns, pra quem sente é horrível e já aconteceu comigo.

    www.Agendaleatoria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Ainda não vi o último episódio e estou com bastante medo de assistir, não tenho problemas psicológicos mas mexeu muito comigo. Saber que alguém já passou ou passa por aquilo mexeu comigo. Eu quis cuidar da Hannah, quis dar na cara de todos aqueles que fizeram mal à ela, quis dizer ao Clay para não ter medo de falar o que ele sente.
    Sobre os tópicos de não ser um porque tenho feito isso há um tempo e converso com meus amigos também sobre isso, mas não sou perfeita então posso facilmente ser o porque de alguém sem saber, é um exercício diário, tenho muito o que melhorar. Adorei seu post, é preciso sim falar sobre ela, mais importante do que falar sobre é como agir depois dela.

    Skyscrapers

    ResponderExcluir
  11. Oi, Bê!
    Já tinha lido esse post, mas nem cheguei a comentar. É um post maravilhoso e essa série é muito importante. Eu também não sou profissional e tal, mas qualquer coisa eu tô aqui também ^.^

    Beijos, quebrarosilencio.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir